IPTU Criciúma 2018 Prefeitura 2 Via

IPTU Criciúma 2018 – 2 Via: Seguem abaixo as principais informações sobre descontos, pagamentos, isenções, e obtenção de 2 Via carnê referente ao Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana, o IPTU 2018 da cidade de Criciúma, localizada no interior do Estado de Santa Catarina.

Todos os anos a Prefeitura de Criciúma-SC disponibiliza entre os meses de outubro e dezembro, através da sua Secretaria Municipal da Fazenda, responsável pela cobrança do tributo, todas as regras referentes ao IPTU do ano seguinte.

Espera-se que em 2018 o imposto sofra um reajuste de acordo com o acúmulo da inflação dos doze meses antecedentes, referente ao IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

O pagamento do IPTU Criciúma 2018 poderá ser feito à vista, em Cota Única, com desconto de 15% para os contribuintes que estão em dia com os tributos municipais. Para os contribuintes inadimplentes o desconto em Cota Única cai para apenas 5%. O vencimento da Cota Única com desconto está previsto para o final do mês de fevereiro.

Há também a opção de parcelamento em até sete vezes com parcela mínima de R$ 100,00.

Imprimir 2 Via IPTU Criciúma 2018:

Os carnês do IPTU 2018 de Criciúma serão entregues nas residências dos contribuintes com antecedência mínima de quinze dias ao vencimento da primeira parcela e pagamento em Cota Única.

Quem tiver problemas no recebimento do carnê poderá retirar uma 2 Via do IPTU Criciúma 2018 no site da Prefeitura (http://www.criciuma.sc.gov.br) ou nas subprefeituras dos Bairros Santa Luzia, Quarta Linha, Rio Maina e Centro.

Isenção: A Prefeitura do Município de Criciúma concede desconto para pessoas idosas de baixa renda e imóveis utilizados como sedes religiosas.

Para a solicitação da isenção os requerentes devem seguir alguns critérios. São eles:

– Os idosos devem possuir apenas um imóvel residencial, com área máxima de 300m², ter renda igual ou inferior a seis salários mínimos, não ser sócio em empresas com cota igual ou maior que 10%;

– Contribuintes com renda igual ou menor que dois salários mínimos, com imóvel utilizado apenas para moradia com área máxima de 80m²;

– Imóveis onde estão instaladas entidades religiosas: a isenção é concedida a sedes religiosas com mínimo seis meses de atuação na cidade e a isenção torna-se parcial quando o imóvel é utilizado para outros fins;

Em breve mais informações. Aguardem!